A - Minhas Postagens

Prévias do PSDB têm pancadaria e urna quebrada O PSDB, um partido que já não aceita perder eleições, resolveu fazer prévias. Só podia dar nisso… (Pedro Barciela) A prévia do PSDB-SP para a escolha do candidato à Prefeitura de São Paulo foi marcada por bate-boca e briga entre militantes e denúncias de abuso de poder econômico para compra de votos. No diretório zonal do Tatuapé, na zona leste, as urnas e a impressora foram destruídas e a votação foi encerrada cerca de duas horas antes do previsto. A polícia foi chamada para apartar a briga. A presidente do diretório do Tatuapé, Vânia Alves, disse que três jovens que não foram identificados quebraram as urnas depois que ela havia registrado na ata de votação a suspeita de compra de votos por meio de uma “cervejada”. A votação foi encerrada às 14h. Ao sair do local de votação com a urna em mãos para levar os votos para serem apurados na Câmara Municipal, Vânia foi ameaçada uma nova confusão entre os militantes. Houve troca de tapas e xingamentos entre os apoiadores dos pré-candidatos João Doria Jr., Ricardo Trípoli e Andrea Matarazzo. Pelo menos três carros da policia passaram pelo local. No bairro de Cangaíba, também na zona leste, o presidente do diretório, Milton Romeiro, apoiador de Doria, relatou o uso de dez carros para transportar militantes. Em frente ao local de votação, foram colocados quatro cavaletes com fotos de Doria. A assessoria do pré-candidato afirmou que tem usado carros para transportar integrantes da campanha, mas não filiados. No mesmo diretório, Gláucio Lima, apoiador de Matarazzo, também relatou o uso de carros para transportar militantes para casa. Em Guaianases, na zona leste, houve briga entre militantes e fiscais da campanha de Doria. Também houve um início de confusão no diretório de Parelheiros, na zona sul. Segundo turno Com o fim da apuração, ficou decidido que haverá segundo turno entre dois pré-candidatos. Dória, candidato de Alckmin, teve 2.681 votos (43,13% do total), Matarazzo, candidato de Serra, 2.045 (32,89%) e Ricardo Tripoli, que está fora da disputa, 1.387 (22,31%). Houve apenas dois votos em branco e um nulo. Apesar de o resultado ter sido divulgado pelo diretório municipal do PSDB, ele ainda não foi homologado devido a problemas em três urnas – nos bairros Jaçanã, Pirituba e Tatuapé – e um pedido de impugnação da pré-candidatura de Dória – José Aníbal e Alberto Goldman acusam o pré-candidato de cometer crimes eleitorais. http://ift.tt/1nctpGC

Anúncios

Dê sua opinião:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s